sábado

Dor nos pés pode ser sinal de vários problemas; tire suas dúvidas

Oi Pessoal,

Curiosa em saber mais sobre dores nos pés e os tratamentos, fiz uma busca no Google e achei uma matéria bem interessante (este é o site). Segue a matéria.




Você nunca imaginou que seu pé fosse tão importante para o seu bem-estar até que ele passou a doer? Saiba que não está sozinho! De acordo com a Associação Brasileira de Medicina e Cirurgia do Tornozelo e Pé (Abtpé), mais de 70% da população mundial apresenta algum incômodo ou dor nos pés não decorrentes de trauma em alguma fase da vida. Problemas no tendão calcâneo (conhecido como tendão de Aquiles), metatarsalgia, joanete, fascite plantar, neuroma Morton, esporão do calcâneo, entre outros, tornam o simples ato de calçar sapatos um desafio e, no limite, chegam a ser incapacitantes em função da dor que causam ao andar.

Mas como saber se é o caso de procurar um médico ou se o assunto pode ser resolvido por um podólogo? Quem responde é o ortopedista do Hospital Felício Rocho Daniel Soares Baumfield. “O podólogo pode oferecer alguns alívios para os pés, como tirar calosidades, fazer massagem, orientar a hidratação. Mas quando uma pessoa sente qualquer alteração incômoda nos pés, que não faz parte do dia a dia, é hora de procurar um médico especialista no assunto”, orienta. Problemas no tendão calcâneo, o tendão mais forte do corpo, por exemplo, podem ocasionar desequilíbrios em outras partes do pé.


Baumfield explica que o tendão calcâneo tem a função de nos ajudar a dar passadas e, por isso, é fundamental para o arranque na hora de caminhar. Por ser muito importante para a movimentação, é preciso protegê-lo, alongando a cadeia muscular posterior das pernas. É esse alongamento que permite ao tendão ganhar elasticidade para distribuir corretamente a energia de forma equilibrada entre músculos, tendão e osso. Se a pessoa não se protege, tende a desenvolver doenças como tendinopatias insercionais (dentro do osso) ou não insercionais (fora do osso). “Quando está comprometido, o tendão calcâneo acaba provocando desequilíbrios e dor em outras regiões dos pés. Ele é uma das principais causas da fascite plantar e qualquer tipo de dor na planta dos dedos”, explica o ortopedista.

A fascite plantar é uma das principais causas de dor nos pés. Sua causa também pode ser um encurtamento da cadeia superior. Isso ocorre com bastante frequência entre mulheres que usam salto alto por um tempo muito longo durante a vida. É que o salto impede a musculatura de se alongar e encurta essa musculatura pelo uso excessivo desse tipo de calçado. As consequências são dores nas plantas dos pés no momento em que a mulher sai do salto alto, trocando-o por uma rasteirinha. “A fascite é um problema intermitente e, depois que aparece, dura em torno de 10 meses. O tratamento é baseado no alongamento da musculatura posterior da perna”, observa o ortopedista.

Outras doenças comuns que acometem os pés são metatarsalgia, que pode ter origem genética ou aparecer pela sobrecarga dos dedos, causada por uma alteração no formato dos ossos dos pés, e também em função da existência de joanete, que causa uma insuficiência do grande dedo, fazendo com que ele receba menos carga do que deveria, sobrecarregando os dedos menores. “Nessas situações, aparecem calosidades plantares, dedos em garra ou a sobreposição de um dedo no outro. Quando há um joanete, o grande dedo, que deveria receber dois sextos do peso da pessoa, passa a receber apenas um sexto. O resto acaba sendo absorvido pelos quatro dedos menores, que não estão preparados para recebê-lo”, explica.


As consequências são incapacidade de usar calçados habituais, já que as calosidades são dolorosas. Também pode haver inflamações das articulações (por atrito), bursite, incapacidade de fazer a atividade esportiva habitual e, no caso das mulheres, fica impossível combinar as roupas com os mesmos sapatos que eram usados antes de surgir o problema. Mas nem só de doenças causadas por maus-tratos do tendão calcâneo vivem as dores nos pés. “No pé há outros tendões, além do calcâneo. O cardo plantar nos dá suporte. Se ele falha, aparece o pé plano. Esse tendão também deve ser cuidado durante a vida. Para isso é preciso fazer alongamento, cuidar do peso, evitar a diabetes, fazer atividade física de rotina (com alongamento). É preciso criar rotinas propícias à saúde do pé”, orienta Baumfield.

Outro problema que costuma aparecer na planta do pé é o neuroma de Morton, espessamento de um nervo localizado entre o terceiro e o quarto dedos que pode ser causado por sobrecarga local, sapatos de bico fino, ou encurtamento da musculatura da cadeia superior por sobrecarga. Estimulado em excesso, esse nervo ganha uma “proteção’ e fica mais espesso, tornando-se maior do que o espaço que lhe é reservado entre os ossos. “Toda vez que a pessoa coloca o pé no chão o nervo sobe e fica entre os ossos, sendo comprimido. Isso provoca dormência, dor e desconforto. A pessoa não consegue calçar sapatos e se lembra a todo momento de que os pés existem”, explica o ortopedista.

SOLUÇÕES 

Os tratamentos clássicos para esses problemas mais comuns que afetam os pés vão de fisioterapia, alongamentos, uso de gelo no local, ingestão de anti-inflamatórios, infiltração e, no limite, cirurgia, conforme avaliação médica e de acordo com cada problema. Mas há também uma saída via acupuntura neurofuncional. É o que afirma o médico acupunturista Hidelbrando Sábato, que atua em clínica da dor e trabalha com esse tipo de acupuntura, que leva em consideração a disfunção física que provoca o problema. Vale para os casos em que a intervenção cirúrgica não é necessária, como fascite plantar, neuroma de Morton, esporão do calcâneo ou tendinite do tendão calcâneo. “É possível procurar a disfunção em determinado grupo muscular da perna e corrigir o funcionamento inadequado com a agulha”, sustenta.

Na visão dele, se a disfunção é corrigida, a dor acaba sendo tratada. “Claro que usamos a acupuntura clássica para resolver a inflamação e levar maior fluxo de sangue para o local, mas sem a análise funcional o problema não será tratado de forma adequada porque a lesão passa a ser daquele tipo que não cura nunca. “Se não levar em consideração o conjunto dos músculos e a relação entre eles, o sucesso é menor”, justifica Sábato.


Então agora que você sabe tudo sobre seus pés, cuide bem deles!
Beijo grande,
Personal Trainer Bárbara Campana

segunda-feira

Ovo Cozido - Como fazer e qual o tempo ideal

Oi Pessoal,


Para quem treina ou mesmo para quem busca uma alimentação equilibrada o ovo cozido pode ser consumido em qualquer hora do dia. É uma proteína completa, barata e muito fácil de fazer. Mas será se você faz ovos cozidos corretamente? Quando os ovos são cozidos demais eles costumam ganhar uma coloração cinza ao redor da gema e ficam muito secos. Achei um blog muito legal que fala sobre como fazer e qual o tempo ideal para cada tipo de ovo cozido. Espero que gostem. A matéria esta na íntegra no link FONTE logo á baixo da matéria. É só clicar. 




Informações nutricionais de ovos cozidos

 Mas, primeiro vamos começar pelas informações nutricionais, muita gente deixa de comer ovo durante uma dieta porque leu em algum lugar que ovo engorda. Ovo não engorda desde que seja na quantidade correta, os atletas fisiculturistas costumam comer cerca de 20 ovos por dia e tem uma porcentagem de gordura muito baixa, e alguns comem até mais porque tiram a gema porque querem uma concentração maior da albumina, que é um aminoácido presente nas claras e ajudam no ganho de massa muscular e manutenção da mesma. Mas claro que como qualquer alimento por mais saudável que seja, nunca é bom exagerar. Veja abaixo as informações nutricionais de ovos cozidos.



Como fazer ovos cozidos perfeitos

 Esse é o método mais prático que eu encontrei para fazer ovos cozidos e que sempre funciona. Você coloca a água para ferver e quando abrir fervura, você adiciona os ovos. Nisso você vai notar que na hora a água reduz a fervura, então você abaixa o fogo e deixa ferver conforme o tempo do tipo de ovo que você mais gosta. Os ovos precisam estar cobertos pela água para cozinhar bem, senão a gema pode ficar mole. Depois que retirá-los do fogo, jogue água gelada para parar o cozimento. Role em uma superfície plana para quebrar a casca e descasque com as mãos, ou corte no meio com casca mesmo e retire com uma colher. Tempo ideal dos ovos cozidos Aqui tem uma guia básico do tempo ideal para fazer ovos cozidos, mas essa textura pode variar conforme a temperatura do fogo que você deixou. Os meus ficam prontos em 5-6 minutos no fogo baixo. A clara do ovo geralmente cozinha em 1 minuto na água fervente.



Então vamos para cozinha!
Boa semana,
Personal Trainer Bárbara Campana

FONTE 

quinta-feira

5 Benefícios da Yoga, para qualquer um em todas as idades.

Oi Pessoal, 

Praticar Yoga com frequência pode contribuir e muito para viver de forma mais tranquila e saudável. A atividade pode ser leve até pesada de acordo com seu objetivo, mas de qualquer forma traz benefícios para saúde física e mental, por isso é recomendada para todas as idades, inclusive para os idosos. Vamos listar aqui 5 benefícios para quem prática independente da idade ou do condicionamento físico . Confira:
1) Fortalece os ossos
Muito comum na terceira idade, a osteoporose, torna os ossos mais porosos e diminui a resistência aos atritos, o que aumenta muito o risco de fratura dos ossos nos idosos. Nas mulheres entre 42 a 50 anos é muito importante a prevenção. O Yoga é caracterizado como um exercício isométrico e de sustentação, que fortalece os músculos e ajuda a diminuir a incidência de fraturas. Sendo assim um grande aliado para ajudar no tratamento da osteoporose e ou prevenção.

2) Consciência Corporal e Força 
Na prática grande parte dos movimentos são realizados de forma que o praticante sustente o peso do corpo e faça movimentos leves e contínuos, propiciando o aumento de força muscular, de maneira localizada e geral. Para manter os movimentos é necessário exercitar a concentração no aqui e agora, focando no seu corpo, na percepção dos músculos e na sua respiração, trazendo a quem pratica grande consciência corporal.
3) Previne contra quedas
O Yoga tem exercícios para diversas partes do corpo que contribuem para diminuir o risco de queda. Os exercícios para os olhos ajudam a manter a retina saudável, possibilitando que os praticantes enxerguem melhor obstáculos no chão, degraus e evitando quedas. Há também exercícios que melhoram a flexibilidade dos dedos dos pés e fortalecem o arco do pé, oferecendo mais sustentação (muito bom para quem tem artrose nos dedos).  Além disso, os músculos também são fortalecidos, mantendo joelhos na posição correta, nivelando o quadril e melhorando as articulações do membros inferiores. E não para por aí, também é trabalhada a flexibilidade da coluna vertebral, que proporciona mais conforto, melhora a postura e oferece mais equilíbrio.
4) Diminui a ansiedade, o estresse e a pressão arterial 
Os exercícios de respiração e meditação ajudam e muito a diminuir o estresse e a ansiedade. Ajuda também a diminuir a pressão arterial. Esses resultados são obtidos porque a sensação de relaxamento diminui a produção dos hormônios responsáveis pelo estresse, o cortisol e a adrenalina.

5) Melhora a capacidade de concentração e a memória
Um estudo publicado no Journal of Physical Activity and Health, mostra que a prática diária de apenas vinte minutos de yoga já são o suficiente para melhorar as capacidades cognitivas. Isto porque os exercícios de meditação e de respiração reduzem os níveis de ansiedade e estresse, melhorando a capacidade de concentração e fortalecendo todo o sistema cognitivo, inclusive da memória.
Então que tal agregar esta modalidade ou filosofia em sua rotina? Espero que tenha gostado.



Grande beijo e Boa Semana,
Personal Trainer Bárbara Campana






terça-feira

NOVA COLEÇÃO: MULHER MARAVILHA

Oi Pessoal,

  
Esta semana tem o lançamento da nova coleção  Engole o Choro.  Serão 2 cores de t -shirt  Vermelha e Azul Mulher Maravilha.                    

Com tecido novo ,  próprio para suar muito  e se refrescar. 

Encomende já a sua!

Tamanho baby P baby M baby G ,  camiseta P ,  camiseta M camiseta G

Bjus e Boa Semana,

Personal Trainer Bárbara Campana

segunda-feira

ONU aponta os países mais felizes do mundo em 2017

Oi Pessoal,

 

A Noruega e outros países nórdicos dominaram o levantamento dos países mais felizes do mundo; Mas e Brasil, será que estamos felizes? E se pensarmos individualmente, como você esta com você mesmo?


Noruega é o país mais feliz do mundo, revelou o relatório anual da Organização das Nações Unidas (ONU)  no dia 21 de março – data escolhida como o Dia Internacional da Felicidade. A nação é a primeira das cinco nórdicas que dominam o topo da lista de 2017, que avalia fatores econômicos, sociais e políticos. Mais de vinte destinos separam o pequeno país europeu do Brasil, que ocupa a 22ª posição.

Noruega
Para chegar ao ranking, em parceria com a Rede de Solução em Desenvolvimento Sustentável, a ONU classifica 155 países através da combinação de dados com a opinião pública sobre qualidade de vida. Seis fatores são levados em conta: PIB per capita, expectativa de vida saudável, generosidade, exposição da corrupção, liberdade para fazer escolhas e apoio social – medido pela sensação de “ter alguém para contar em momentos de dificuldade”.
A aparente felicidade brasileira não reflete no índice, que coloca o país logo após os Emirados Árabes e cinco posições abaixo em relação ao ranking de 2016. Ainda assim, o cenário não é dos piores: o Brasil está acima da Argentina (24), Uruguai (28), França (31) e Espanha (34). Os Estados Unidos, para muitos o país mais poderoso do globo, estão no 14º lugar da lista. De acordo com o relatório, a posição americana pode ser explicada pela corrupção e queda no apoio social – o que explica a boa colocação nórdica.
Para ler a matéria na íntegra e saber a cada colocação, clique na palavra FONTE que esta logo á baixo. Mas vamos ao tema, será que estamos felizes com a gente mesmo? Como esta sendo este olhar para nós? Você já fez esta reflexão? Será que se focarmos sempre nas coisas que estamos precisando seremos felizes no presente? O que falta para você se Sentir Feliz?

Um Beijo Grande,
Boa Semana,
Personal Trainer Bárbara Campana

terça-feira

Com gripe, melhor malhar ou descansar?

Oi Pessoal, 
É verdade que os exercícios reforçam a imunidade e previnem gripes e resfriados. Mas, se a doença já pegou você, nem sempre a melhor coisa é ir para a academia. Veja o que defendem os especialistas do American College of Sports Medicine, principal instituição americana de medicina esportiva.


Está liberado

  • Fazer 30 minutos de atividades moderadas em dias alternados se os sintomas são amenos e se resumem a dor de cabeça, nariz escorrendo ou tosse.
  • Voltar à ginástica quando estiver quase boa. “As endorfinas liberadas pelo exercício têm efeito analgésico e relaxante muscular, por isso ajudam a aliviar sintomas leves”, explica o infectologista Artur Timerman.
  • Ficar na cama se a dor se espalhar além da cabeça. Ou seja, se tiver febre, infecção nas vias respiratórias (nariz, laringe, faringe, pulmões), febre e dores no corpo, descanse.


Não pode

  • Malhar até transpirar, o que não vai expulsar vírus e bactérias e curá-la. “Forçar o corpo além do limite pode agravar sua condição, que está sensível”, avisa o médico.
  • Retomar os treinos logo depois de sair de uma gripe forte. O ideal é esperar pelo menos duas semanas e voltar aos poucos. “Escutar o corpo é a melhor coisa. Se você se sentir mal na aula, pare na hora”, aconselha Timerman.


Boa Semana,
Personal Trainer Bárbara Campana

Acupuntura pode contribuir para a perda de peso, sugere estudo

OI PESSOAL, 

acupuntura  é uma técnica desenvolvida há mais de quatro mil anos na China, mas que só foi reconhecida como um procedimento medicinal no Ocidente em 1995. Esse método funciona como uma terapia que utiliza de agulhas para estimular pontos específicos do corpo, com o objetivo de equilibrar a energia da pessoa e sua interação com o meio ambiente.

Em geral, a acupuntura é usada como uma forma alternativa de remédio e ajuda a aliviar a dores, indigestão, estresse e problemas de sono. De acordo com um recente estudo realizado por pesquisadores da Universidade Batista de Hong Kong, na China, a acupuntura pode contribuir também para a perda de peso, estimulando os hormônios que bloqueiam o apetite.
Os pesquisadores descobriram que a acupuntura pode estimular a produção de hormônios como a serotonina e as beta-endorfinas que são conhecidas por suprimir o apetite, aumentar a degradação da gordura e controlar o humor.
Para o estudo, foram selecionadas 72 pessoas com sobrepeso que deveriam participar da terapia por oito semanas. Em seguida, os participantes foram divididos em dois grupos: o "grupo de acupuntura real" e o "grupo de acupuntura simulada". Cada indivíduo passou por um total de 16 sessões de tratamento de acupuntura ao longo deste período.
Durante essas sessões, os terapeutas se concentraram nos pontos de acupuntura do abdômen e membros inferiores. Estimular esses pontos pode ajudar a restaurar o fluxo correto de energia nos intestinos, acelerando o processo de digestão.

Após o tratamento, observou-se que os participantes do "grupo de acupuntura real" perderam uma média de 2kg em comparação com aqueles do "grupo simulado" que perderam aproximadamente meio quilo.

Se interessou, entre em contato com barbaraacroft@yahoo.com.br  e agende uma avaliação.

Boa Semana,
Bárbara Campana